Skip to main content

Como os operadores proprietários do setor de transportes podem transformar uma massa de dados dos projetos em um recurso permanente para uma operação longa e bem-sucedida durante todo o ciclo de vida?

Penny Swords

Diretor, Seequent Evo, Seequent

Os projetos de infraestrutura de transporte são ímãs para dados. Durante a construção, os projetos reúnem e precisam de grandes volumes de dados, que permitem tomar decisões melhores com mais clareza e rapidez. Esses dados coletados podem ser inestimáveis durante toda a operação e a manutenção de um novo ativo com uma vida útil de muitas décadas.

Mas, geralmente, os processos usados para gerenciar e analisar esses dados são independentes e manuais. O volume e a variedade são enormes e mudam constantemente. Muitas vezes, os dados chegam em um ritmo tão acelerado que pode ser difícil compreender as mudanças que eles retratam, e o valor da oportunidade de coleta e armazenamento de dados também pode ser perdido.

Como os ativos rodoviários e ferroviários dependem cada vez mais de dados e análises, como facilitamos a integração desses dados para garantir decisões melhores e com mais confiança? Como podemos criar ecossistemas integrados que transformam uma massa de dados heterogêneos em valor real para garantir resiliência e operação?

O papel do gêmeo digital

Uma solução versátil e avançada para essa avalanche de dados é aproveitá-los na forma de gêmeo digital, ou seja, uma representação digital de um ativo físico que também inclui as informações de engenharia. Reunir dados em um gêmeo digital coeso nos ajuda a compreender e modelar o desempenho do ativo de maneira detalhada e esclarecedora.

Ele permite uma representação completa dos dados mesmo quando a natureza desses dados é extremamente variada. É importante ressaltar que ele também pode ser atualizado continuamente com base em dados de várias fontes, como sensores e levantamentos, e, assim, fornecer uma representação quase em tempo real do status, das condições de trabalho ou da posição.

Por que a nuvem e os gêmeos digitais formam uma parceria interessante?

A nuvem oferece uma oportunidade significativa na criação de um ambiente integrado e automatizado, que pode extrair o máximo valor dos zettabytes de dados coletados no mundo atual.

Os geocientistas e engenheiros precisam ser capazes de usar as ferramentas certas para o trabalho certo. Às vezes, essas ferramentas são de um único fornecedor, mas geralmente não agregam camadas extras de conversão e manipulação de dados. A tecnologia baseada em nuvem, quando vinculada a um gêmeo digital, oferece uma interface de dados perfeitamente integrada a softwares de terceiros. Isso elimina tarefas manuais de fluxos de trabalho, o que reduz a possibilidade de atrasos e erros.

Com um avançado gêmeo digital e o uso flexível da nuvem, as organizações podem se tornar proativas em vez de reativas. Em vez de esperar que a mudança aconteça, os proprietários e operadores podem antecipar essa mudança e adotar uma abordagem proativa para manter os ativos sob controle estendendo sua vida útil, aumentando sua resiliência e contendo seus orçamentos.

Para obter a versão completa deste recurso com mais ideias, dicas práticas, sugestões de produtos e um estudo de caso, faça o download do nosso eBook.

Controle do solo
Seis maneiras para o setor de transportes enfrentar os desafios relacionados à subsuperfície em seus projetos

Confira o nosso novo eBook

Faça o download agora