Skip to main content

Controlar os orçamentos dos levantamentos no campo sempre será um desafio para os principais projetos de rodovias e ferrovias. Se as equipes do campo pudessem adotar uma abordagem mais ágil para coleta de dados, os resultados poderiam ser melhorados e os custos reduzidos?

Roger Chandler

Diretor de gerenciamento de informações geotécnicas, Bentley Systems

Um dos principais problemas dos levantamentos no campo é que são vistos como algo que precisa ser feito, embora sejam essenciais para identificar as condições do solo. (E, notoriamente, as condições imprevistas do solo estão entre as causas de excedentes orçamentários em construções de infraestrutura no setor de transportes.)

Prazos e orçamentos são dados em um relatório esperado. No entanto, a natureza lenta da geração de relatórios, muitas vezes, causa entregas atrasadas, ou seja, quando é tarde demais para que sejam usados por completo, e isso gera uma baixa relação de custo-benefício para o cliente.

Normalmente, os levantamentos no campo são realizados de forma linear, às vezes denominada abordagem em cascata. Infelizmente, isso não permite grandes interrupções ou circunstâncias imprevistas, que é um problema sério ao lidar com o solo.

Quando as anomalias são detectadas durante a análise, ou mais informações são necessárias, a equipe do campo já foi desmobilizada e outra fase de levantamento precisa ser comissionada.

A vantagem da análise contínua de dados

Se as equipes de projeto conseguissem adotar uma abordagem mais ágil, as informações poderiam ser revisadas continuamente durante os levantamentos no campo. Com isso, as equipes e os tomadores de decisão poderiam reagir rapidamente, desenvolver soluções em tempo real, testar hipóteses e divulgar comunicados mais claros e com mais confiança sobre as próximas etapas. São necessárias mais informações, foram coletados dados suficientes ou os levantamentos no campo podem ser interrompidos agora com segurança?

O compartilhamento, o processamento e a análise de dados baseados em nuvem são essenciais para uma melhor colaboração e a adoção de uma abordagem ágil.

Geralmente, a segurança das informações aumenta, os problemas relacionados à compatibilidade de software são reduzidos e a integração de dados geotécnicos com a modelagem de informações de construção (BIM, Building Information Modelling) do projeto se torna muito mais fácil. Dito de outra forma, a nuvem é altamente eficaz e deixa seus dados e suas ideias disponíveis para todos. Por exemplo, quando os seus dados estão em uma plataforma que garante acesso a eles com segurança por meio de uma API, eles podem ser integrados a uma variedade muito maior de soluções.

E o mais importante, a abordagem ágil que a nuvem oferece significa apenas uma fase de trabalho no campo. Mesmo que dure mais do que o planejado originalmente, ainda será mais econômico e mais rápido do que planejar etapas futuras com os custos de mobilização associados.

Para obter a versão completa deste recurso com mais ideias, dicas práticas, sugestões de produtos e um estudo de caso, Download do eBook

Controle do solo
Seis maneiras para o setor de transportes enfrentar os desafios relacionados à subsuperfície em seus projetos

Leia o nosso eBook

Faça o download agora