Skip to main content
Insights do setorMineração

INCRÍVEL GEOLOGIA – há quanto tempo realizamos atividades de mineração?

By setembro 27, 2022outubro 17th, 2022No Comments

Na língua do povo Wajarri Yamatji, ele é conhecido como Thuwarri Thaa “o lugar do ocre vermelho”. Talvez não seja o mais impressionante dos títulos, mas, por trás dele, está uma das histórias mais notáveis da mineração, já que essa é sem dúvida a operação de mineração contínua mais antiga do mundo. As tribos aborígenes da Austrália extraem o ocre vermelho há cerca de 30 mil a 40 mil anos.

Fonte: Anthropology from the Shed

O ocre da mina Wilgie Mia, com veios vermelhos, amarelos e verdes, tem alta demanda por seu raro brilho. Ele pode ser encontrado na arte rupestre e em pinturas de toda a região, e foi usado também para pintura corporal, pois seu brilho natural captava os reflexos das fogueiras e fazia as pessoas que o usavam brilharem. O ocre foi muito importante para a cultura aborígene e continua sendo até hoje.

Foram encontradas evidências de seu comércio em várias tribos a mais de 1.500 km da mina, e sua presença na Indonésia talvez seja o primeiro exemplo mundial de comércio internacional. É difícil fazer estimativas confiáveis ao longo de 30 mil anos, mas acredita-se que quase 15 mil metros cúbicos de ocre tenham sido extraídos ao longo dos milênios.

Como os mineiros aborígenes se dedicavam ao seu ofício
A mina é formada por cavas de corte aberto, cavernas escavadas e galerias subterrâneas. Os mineiros aborígenes usavam técnicas de mineração de escavação em degraus e pilares para aumentar a segurança na subsuperfície, além de plataformas de madeira e andaimes para permitir a mineração em diferentes alturas.

Fonte: Ancient Origins

A tradição do povo Wajarri credita a criação da mina Wilgie Mia a um animal ancestral, Marlu, o canguru vermelho. Ferido por um espírito maligno, ele deitou-se na encosta e ocres coloridos surgiram a partir de diferentes partes do seu corpo (o ocre vermelho do sangue, o amarelo do fígado e o verde da bile).

Em 1973, a mina Wilgie Mia foi considerada um sítio protegido e restrito. Em 2011, ela foi incluída na lista do patrimônio nacional da Austrália e, neste ano, ao registro estadual de locais do patrimônio da Austrália Ocidental. O local continua sendo explorado com responsabilidade até hoje.

Leia mais histórias sobre o setor de mineração

Saiba mais