Skip to main content
search

Atualmente, os processos de mineração são mais avançados tecnologicamente e usam dados de modo mais intensivo do que nunca. O setor de mineração evolui rapidamente, com a integração de dados e técnicas avançadas de modelagem dando início a uma nova era de colaboração e eficiência em toda a cadeia de valor da mineração.

Porém, com mais dados, pessoas e recursos à sua disposição, as equipes geológicas enfrentam um grande desafio: como colaborar de forma eficaz.

Tradicionalmente, os fluxos de trabalho geológicos costumam ser prejudicados por funções isoladas e grupos fragmentados que operam em silos. Essa falta de transparência prejudicou a produtividade, custando às empresas de mineração tempo e dinheiro valiosos no processo.

Neste artigo, vamos conferir como você pode usar tecnologias, processos e fluxos de trabalho modernos para aumentar a produtividade na mineração (em vez de prejudicá-la), assim como algumas ferramentas necessárias para ajudar seus projetos a avançarem de forma eficaz e eficiente.

Eliminação de silos para uma melhor colaboração

A tecnologia de mineração deu início a uma era de aquisição detalhada de dados, desde digitalização com a tecnologia LiDAR até a geração de imagens em 3D, prometendo benefícios que incluem controle de teores melhorado, redução de custos e aumentos de produtividade.

Mas a integração desses fluxos de trabalho digitais em toda a empresa ainda é um desafio para muitas empresas de mineração.

No cenário atual, muitas empresas de mineração compram tecnologias de vários fornecedores, o que gera problemas de compatibilidade, surgimento de silos e fluxos de trabalho desconexos. Os obstáculos à padronização em todo o setor complicam ainda mais a adoção de soluções unificadas de fluxo de trabalho digital.

Então, como superar esses obstáculos?

No centro de qualquer extração de minério bem-sucedida está a colaboração.

Colaboração

Quando falamos em colaboração, não nos referimos apenas a entrar em uma chamada do Zoom ou em uma reunião do Teams e discutir a atualização de um modelo.

A colaboração permite atualizações dinâmicas pelos usuários, gerando uma única fonte de informações e uma trilha de auditoria completa para garantir transparência e responsabilização. Os usuários são sempre mantidos informados por meio de notificações automatizadas, para que cada pessoa em um projeto saiba o progresso exato, em tempo real.

Os geólogos de exploração e produção devem formar uma relação simbiótica, mesclando seus conhecimentos para desvendar as complexidades dos corpos de minério. Para isso, é necessário ter fluxos de trabalho perfeitamente integrados que combinem diversas fontes de dados e tecnologias.

Imagine atualizações e insights em tempo real sobre a dinâmica do corpo de minério por meio de dados de IoT que alimentam perfeitamente os processos de modelagem contínua do mapeamento de frentes de lavra. Essa integração não apenas simplifica as operações, mas também garante uma entrega tranquila para os engenheiros de produção, otimizando a produtividade desde a extração até a recuperação da usina e minimizando qualquer incerteza.

Mas há um grande obstáculo que impede esse progresso: as pessoas.

As equipes geológicas podem resistir a essas alterações. Essa resistência geralmente se resume a fatores que incluem preocupações sobre a qualidade dos dados, o que pode fazer com que os processos não evoluam. Isso geralmente resulta em equipes que mantém fluxos de trabalho ineficientes em vez de adotar novos fluxos.

Superar essa resistência requer bastante interação pessoal e apoio abrangente dos executivos de mineração.

E o esforço vale a pena.

A automação de minas no deslocamento de materiais, como carregamento, transporte e descarga, por exemplo, foi introduzida nos fluxos de trabalho e já está gerando resultados.

No entanto, a automação de geociências mais inteligente, rápida e perfeitamente integrada que deveria ser incorporada a esses fluxos de trabalho ainda está defasada.

Com a colaboração e o apoio dos executivos da mineração ao papel da automação nos fluxos de trabalho de geociências, podemos implementar automações de forma eficaz e maximizar a extração de minério no processo.

A integração do fluxo de trabalho digital é recomendada para melhorar o desempenho das operações de mineração. Ao adotarem novas tecnologias, as empresas de mineração podem não apenas trabalhar mais, mas também de maneira muito mais inteligente.

Isso também enfatiza a necessidade de parcerias colaborativas para superar os desafios do setor.

“As operações de alto desempenho são possibilitadas por meio de parcerias entre profissionais inovadores com ideias semelhantes que trabalham juntos para resolver os desafios da mineração no mundo real. ”
— Pieter Neethling, diretor de segmento, operações de mineração, Seequent

Como a Seequent pode ajudar?

Os fluxos de trabalho tradicionais geralmente limitam os geólogos, mas ferramentas inovadoras como as oferecidas pela Seequent oferecem flexibilidade dinâmica.

Atualmente, as empresas de mineração não olham mais para o software em silos, mas sim como uma imagem instantânea de um quadro muito maior. Isso faz com que os fluxos de trabalho conectados da Seequent sejam vitais para auxiliar a modelagem quase em tempo real e fornecer insights essenciais e atualizados constantemente para uma tomada de decisão com base em informações mais detalhadas.

O Leapfrog Geo, por exemplo, permite fluxos de trabalho dinâmicos em vários sistemas, integrando dados de imagens fotogramétricas em 3D do Imago com técnicas de modelagem geológica. Enquanto isso, o MX Deposit coleta e armazena amostras de furos de desmonte e canais e dados de sondagem da subsuperfície para integração em modelos de controle de teores.

Esses programas integrados permitem atualizações contínuas dos modelos geológicos e dos modelos de controle de teores, gerenciados de forma eficiente por meio de plataformas como o Seequent Central.

Remoção de silos e aumento da produtividade da mineração

Ao acabar com os silos e adotar fluxos de trabalho integrados, as empresas de mineração conseguem atingir níveis inéditos de produtividade e eficiência, impulsionando o setor para um futuro movido pela transformação digital.

A função crucial da governança de dados

A mineração moderna é um ecossistema complexo, no qual convergem várias tecnologias. Mas um conceito básico desse ecossistema, embora muitas vezes negligenciado, é a governança de dados.

Tradicionalmente, os geólogos ficam confinados a fluxos de trabalho ditados pelo sistema e gastam uma parte significativa de seu tempo em tarefas de gerenciamento de dados. Proporcionalmente, os geólogos têm passado a maior parte do tempo preparando, verificando, inserindo e validando dados manualmente.

Hoje em dia, os geólogos estão mudando o paradigma e desejam dedicar mais tempo ao aprimoramento de suas análises, obtendo insights mais detalhados e validando seus modelos para que sejam mais eficazes.

Mas a governança consistente de dados torna-se ainda mais importante conforme as empresas de mineração adotam cada vez mais fluxos de trabalho digitais (e com os enormes volumes de dados que precisam gerenciar e analisar) para aumentar a eficiência operacional.

A governança de dados é fundamental nas geociências, porque garante a confiabilidade, a integridade e a usabilidade dos dados geológicos durante todo o seu ciclo de vida.

Ele também garante uma melhor conexão entre exploração e produção. A governança de dados para dados de exploração pode ajudar a garantir que os insights sejam transmitidos ao longo do ciclo de vida até as etapas de geologia da mina e produção.

Práticas consistentes de governança de dados são essenciais não apenas para facilitar a comunicação eficaz e o compartilhamento de modelos entre equipes e stakeholders, mas também para garantir a conformidade com os requisitos de auditoria, reforçando a confiança nos processos de tomada de decisão.

Atualmente, a visão das operações de mineração é um ambiente aberto e baseado na nuvem, que integra perfeitamente dados, serviços e aplicativos em tempo real. Esse ecossistema permite que os stakeholders tenham acesso às informações mais atualizadas, fazendo com que processos ágeis de tomada de decisão e excelência operacional fiquem muito mais acessíveis.

“Em um ambiente aberto e baseado na nuvem de soluções conectadas e perfeitamente integradas, as empresas de mineração poderão reunir dados, serviços e aplicativos em tempo real. ”
— Alex Boucher, diretor de soluções técnicas, Seequent

Como a Seequent pode ajudar?

A governança de dados é essencial em todos os projetos de mineração, principalmente naqueles que envolvem controle de teores. As soluções de controle de teores da Seequent revolucionaram os fluxos de trabalho de geologia de minas permitindo atualizações rápidas de modelos, maximizando as previsões de localização, quantidade, qualidade e valor do minério, promovendo a integração e possibilitando a tomada ágil de decisões.

Ao integrar a modelagem implícita, os geólogos de minas podem tomar decisões na hora, o que otimiza a eficiência da produção e minimiza a quantidade de rejeitos. As soluções facilitam a colaboração por meio da integração de vários tipos de dados geocientíficos, garantindo que todas as equipes trabalhem em prol de objetivos comuns. O teste ágil de projeções permite a rápida adaptação dos planos de lavra de curto prazo, permitindo que os geólogos de minas aproveitem as oportunidades e mitiguem os riscos de maneira eficaz.

Ao manter a integridade dos dados e facilitar a colaboração, as soluções da Seequent melhoram as receitas por meio da otimização da produção. Ao mesmo tempo, demonstram o comprometimento com a sustentabilidade.

Com uma governança de dados aprimorada, os geólogos de minas podem obter mais produtividade e lucratividade, alinhando-se aos padrões do setor e minimizando o impacto ambiental.

Prioridade na governança de dados para melhorar a eficácia do fluxo de trabalho

Ao colocar a governança de dados em primeiro plano e adotar fluxos de trabalho digitais, as empresas de mineração podem lidar com as complexidades de suas operações com mais eficiência.

Desde a garantia da integridade dos dados até a melhoria da segurança e a otimização do desempenho, práticas consistentes de governança de dados funcionam como um catalisador para impulsionar a produtividade e a sustentabilidade em todo o setor de mineração.

A automação agiliza os processos e aumenta a produtividade

Para acompanhar o ritmo dos avanços tecnológicos e a concorrência cada vez maior, as empresas de mineração estão se esforçando cada vez mais na busca de operações de mineração sustentáveis e eficientes.

Seequent em profundidade

Em nosso próximo webinar, “Como aproveitar os insights estratégicos otimizando o fluxo de trabalho da geologia de minas”, exploraremos o papel fundamental da tecnologia na otimização do desempenho da mina e na garantia de eficiência e boa relação custo-benefício.

Também veremos em mais detalhes como as empresas de mineração devem adotar tecnologias de ponta para atender à demanda cada vez maior por metais e minerais essenciais.

Quando se trata do futuro dos fluxos de trabalho de geologia da mineração, outra tendência importante se destaca: a crescente dependência de sistemas autônomos.

A automação, impulsionada pelo aprendizado de máquina (ML) e pela inteligência artificial (IA), já está mudando para melhor os fluxos de trabalho de geologia da mineração, melhorando os processos e elevando a produtividade a níveis sem precedentes.

A integração rápida e automatizada de dados, especialmente em áreas críticas, como o controle de teores, garante aos profissionais de mineração a agilidade necessária para se adaptarem às condições de maneira rápida e decisiva.

“Para qualquer amostra de furo de sondagem, cava, frente de lavra ou pilha de estoque, o importante é obter esses dados por meio da integração perfeita em um modelo contínuo. Essa integração ajuda as equipes de mineração a obter insights em tempo real para a tomada de decisões em tempo real. ”
— Pieter Neethling, diretor de segmento, operações de mineração, Seequent

Desde a simplificação de tarefas e a aceleração da tomada de decisões até a otimização da alocação de recursos, as tecnologias de automação podem trazer muito mais benefícios para empresas de mineração que promovem o crescimento sustentável no cenário competitivo de hoje em dia.

Em resumo, essas inovações (que abrangem coleta de dados, análise e tomada de decisões) estão prontas para redefinir totalmente a produtividade nas operações de mineração. Ao aproveitar a riqueza de dados à sua disposição, as empresas de mineração conseguem obter insights de valor inestimável sobre otimização do controle de teores, redução das incertezas e melhoria da precisão operacional.

No entanto, um fator crucial é garantir que os algoritmos de inteligência artificial e aprendizado de máquina estejam profundamente embasados em princípios geologicamente precisos. Isso exige que geólogos, engenheiros de software e cientistas de dados trabalhem em estreita colaboração para garantir que os cálculos dos algoritmos sejam sólidos do ponto de vista geológico. Dessa forma, é possível proteger a integridade das decisões e interpretações geológicas, evitando possíveis imprecisões ou interpretações errôneas que possam comprometer a eficiência e a segurança operacionais.

Sem a aplicação desses princípios geológicos contextuais ou a medição de dados recém-disponibilizados, surge um risco real de classificação incorreta e atraso na tomada de decisões, o que poderia potencialmente prejudicar a eficiência operacional e a lucratividade.

Por exemplo, a alocação eficiente de recursos é o ponto decisivo para maximizar a extração de minério e, ao mesmo tempo, minimizar o manuseio de rejeitos, um jogo de equilíbrio que se torna possível com a utilização estratégica da análise preditiva.

Hoje em dia, existe uma demanda crescente por fluxos de trabalho semiautomatizados que possam gerar rapidamente modelos de curto prazo, mas que também garantam precisão e confiabilidade na coleta de informações em intervalos curtos por meio de atividades de sondagem com espaçamento próximo.

Esses modelos são criados usando dados de sondagem com espaçamento próximo para coletar informações em intervalos curtos e um modelo de fundação existente de litologia, mineralização e alteração.

Com uma abundância de dados disponíveis, incluindo dados de furos de desmonte e dados avançados de novas sondagens, a modelagem de curto prazo pode se beneficiar das abordagens de modelagem por aprendizado de máquina.

Além disso, há uma demanda crescente por tomadas de decisão mais rápidas e tempos de modelagem reduzidos, com o objetivo de diminuir o tempo de geração de modelos em médio prazo de dias ou semanas para minutos ou horas. Esse problema não pode ser resolvido apenas com os fluxos de trabalho de modelagem atuais.

Ao antecipar flutuações na qualidade do minério e nas características do depósito, as operações de mineração podem ajustar proativamente os cronogramas de curto prazo, não apenas usando o tempo com sabedoria, mas também garantindo que os recursos sejam utilizados de forma otimizada e que os riscos do manuseio de rejeitos indesejados sejam bastante reduzidos.

As possíveis economias de custos e recursos resultantes dessas medidas proativas são imensas e prometem ganhos substanciais em eficiência operacional e lucratividade.

Como a Seequent pode ajudar?

A colaboração eficaz entre os stakeholders é o marco do sucesso nas operações de mineração modernas. No entanto, os métodos tradicionais de comunicação geralmente impedem a colaboração, o que gera atrasos na tomada de decisões e na geração de relatórios.

Ao garantir o acesso em tempo hábil a insights de dados, as empresas de mineração conseguem capacitar os tomadores de decisão em todos os níveis, agilizando a tomada de decisões e revelando novas oportunidades de inovação e crescimento.

Integração da automação aos fluxos de trabalho para melhorar a relação custo-benefício

A automação tornou-se um catalisador para revolucionar as operações de mineração, impulsionando o crescimento sustentável e a eficiência e promovendo a inovação em um ambiente cada vez mais competitivo.

Adotar tecnologias de automação e combinar o poder dos sistemas autônomos com algoritmos de inteligência artificial e aprendizado de máquina precisos do ponto de vista geológico é a chave para que as empresas de mineração lidem de modo confiante com as complexidades do cenário de mineração moderno.

Com esses dados bem gerenciados disponíveis, combinados com algoritmos de inteligência artificial e aprendizado de máquina geologicamente precisos, as equipes de geologia também têm uma perspectiva melhor durante reuniões de gerenciamento de minas. Isso não apenas as ajuda a transmitir aos líderes da operação a previsão exata da mineração em tempo real, mas também a entender os motivos do desempenho abaixo ou acima do esperado em comparação com as previsões anteriores.

Uma análise do futuro da produtividade na mineração

A convergência de integração de dados, modelagem avançada e automação está ressignificando o futuro da produtividade na mineração.

Priorizar a colaboração e os fluxos de trabalho conectados, estabelecer estruturas sólidas de governança de dados e adotar tecnologias emergentes, como inteligência artificial e aprendizado de máquina, são os principais passos que as empresas de mineração devem dar para aproveitar níveis sem precedentes de eficiência, produtividade e lucratividade em toda a cadeia de valor.

Essa abordagem integrada não apenas simplifica as operações, mas também garante precisão, agilidade e sustentabilidade.

Conforme as empresas de mineração continuam a se adaptar e inovar, tornam-se aptas a liderar o caminho rumo a um futuro em que a produtividade na mineração atinja novos patamares, impulsionando o crescimento sustentável e o sucesso em um cenário de constante evolução no setor.

Venha conversar conosco na IMG 2024

Temos o prazer de anunciar que a Seequent é patrocinadora platinum da Conferência Internacional de Geologia da Mineração AusIMM deste ano.

Veja o que espera por você nos estandes 31 e 32:

  • Demonstrações em tempo real e interativas de nossas soluções de dados, incluindo o MX Deposit, o Imago, o Seequent Central e o Leapfrog.
  • Uma sessão patrocinada sobre gerenciamento de riscos e recursos.
  • Um desafio de perguntas e respostas da Get Chunky: teste seus conhecimentos sobre software geológico para concorrer a um delicioso cookie no estilo nova-iorquino da Get Chunky.
  • Uma prévia do nosso aplicativo gratuito baseado na Web criado para inspirar a próxima geração de geocientistas, o Visible Geology.

Saiba quando e onde você pode nos encontrar.

Saiba mais