Skip to main content

...e os engenheiros geotécnicos precisam de uma metodologia que ajude a enfrentar os desafios.

Paul GrunauSenior Vice President, Geotechnical Solutions, Seequent

A extensão linear dos projetos de rodovias e ferrovias (a grande distância que eles cobrem) significa ampla variabilidade da geologia e das condições do solo, tanto na superfície quanto abaixo dela.

A construção de túneis revela tensões que se acumularam ao longo de milhões de anos, e os resultados podem ser difíceis de prever. Cortes em taludes podem aumentar o risco de deslizamentos de terra. Mudar os níveis das águas subterrâneas pode afetar a força de cisalhamento do solo no qual você está construindo. Compreender a possível deformação do solo pode alterar as rotas planejadas e evitar aumento dos custos do projeto. Os pilares e as fundações de pontes exigem conhecimento da subsuperfície para que a estrutura de uma ponte possa suportar cargas, inundações e até terremotos.

Todos esses elementos podem ser reunidos em um único projeto de transporte, o que cria uma variedade de questões desafiadoras de engenharia de solos. Frequentemente, isso diferencia as empresas do setor de transportes com relação ao grau de complexidade que enfrentam, à natureza dos riscos relacionados às condições do solo que enfrentam e aos perigos pré-existentes e novos causados pelas atividades da construção.

Hoje, com a complexidade dos projetos de transporte e as pressões sobre eles (como cumprir os prazos, ser sustentável, construir de forma mais eficiente, trabalhar com orçamentos mais baixos e prestar contas ao público), os engenheiros geotécnicos precisam de uma metodologia mais iterativa para entregar os melhores resultados, ou seja, uma na qual eles possam alterar e refinar constantemente as próprias recomendações, pois estão envolvidos em todas as etapas do desenvolvimento do projeto, em vez de trabalhar em silos. Eles precisam fazer parte de um fluxo de trabalho abrangente, integrado e que inclua todos os stakeholders.

Ao criar esse fluxo de trabalho, é possível verificar a atualização das mudanças em todo o projeto de forma simples, colaborativa e a tempo de reagir a cada situação inesperada à medida que ela é identificada.

Promover o sucesso (e gerenciar os custos) de novos projetos do setor de transportes está relacionado a mentalidade (uma mentalidade digital) e tecnologia. Trata-se de fazer com que as pessoas confiem umas nas outras e dar a elas as ferramentas para integração, colaboração e comunicação, e para criar verdadeiras parcerias entre empresas de consultoria, fornecedores de software, proprietários de projetos e todos os stakeholders.

Para obter a versão completa deste recurso com mais ideias, dicas práticas, sugestões de produtos e um estudo de caso, faça o download do nosso eBook.

Controle do solo
Seis maneiras para o setor de transportes enfrentar os desafios relacionados à subsuperfície em seus projetos

Confira o nosso novo eBook

Faça o download agora